Mini-curso: Arendt e Foucault apropriados por Agamben

Posted: March 6, 2012 in Uncategorized

Adriano Correia (UFG/CNPq-Brasil)

Ementa: No prefácio da obra Homo sacer I: o poder soberano e a vida nua, Giorgio Agamben situa o seu projeto de pensar a política e notadamente a política moderna na esteira das análises da biopolítica por Michel Foucault e do totalitarismo por Hannah Arendt. Ele julga que se Foucault pensou radicalmente o tema da biopolítica, não desdobrou suas implicações na direção talvez mais vigorosa: a análise do totalitarismo e dos campos como paradigma biopolítico moderno. Se Arendt pensou a centralidade do totalitarismo e dos campos de extermínio para a compreensão da política moderna, jamais desenvolveu suas implicações biopolítica. O propósito anunciado por Agamben é o de partir das análises de Foucault, mas pensar o tema dos campos e do totalitarismo, e seguir as análises de Arendt assimilando a elas uma perspectiva biopolítica. O objetivo desse minicurso é examinar o estatuto da apropriação da obra de Arendt e Foucault por Agamben tendo como divisa sua afirmação, na obra O aberto, de que a política ocidental é co-originariamente biopolítica.

Tópicos:

1- Totalitarismo e biopolítica: o prefácio de Homo sacer I

2- A política ocidental é cooriginariamente biopolítica: a seção “Antropogênese” na obra O aberto

3- Natureza e política em A condição humana (Arendt), Em defesa da sociedade e A vontade de saber (Foucault): réplicas a Agamben

Bibliografia:

AGAMBEN, Giorgio. Homo sacer I: o poder soberano e a vida nua. Lisboa: Presença, 1998.

______. O aberto: o homem e o animal. Lisboa: Ed. 70, 2011.

ARENDT, Hannah. A condição humana. 11ª ed. Trad. Roberto Raposo (revisão técnica de A. Correia). Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2010.

______. As origens do totalitarismo. Lisboa: Dom Quixote, 2006.

FOUCAULT, Michel. Em defesa da sociedade – Curso no Collège de France (1975-1976). São Paulo: Martins Fontes, 1999.

______. História da sexualidade I: A vontade de saber. Lisboa: Relógio D’água, 1994.

Horário: 12, 13 e 14 de Março/ 14h-18h

Sala: 1.06, 1º Piso, Edifício ID, Avenida de Berna, nº 26.

Entrada livre. Sem inscrição prévia.

Organização:

José Câmara Leme, Davide Scarso, Silvina Rodrigues Lopes, Golgona Anghel

Centro de Estudos sobre o Imaginário Literário /FCSH-UNL

Centro Interuniversitário de História das Ciências e da Tecnologia / FCT-UNL

Comments are closed.