Da literatura como experiência de pensamento


CURSO DE DOUTORAMENTO EM ESTUDOS PORTUGUESES

JOURNÉE: DE LA LITTÉRATURE COMME EXPÉRIENCE DE PENSÉE

JORNADA: DA LITERATURA COMO EXPERIÊNCIA DE PENSAMENTO


19 de Maio

FCSH, edifício ID, sala 1.05


“O essencial é saber ver,

Saber ver sem estar a pensar,

Saber ver quando se vê,

E nem pensar quando se vê

Nem ver quando se pensa.”

Alberto Caeiro

Foucault (com Russel) Deleuze (com Carroll, Kafka ou Melville), Badiou (com Beckett ou Pessoa), Derrida (com Joyce ou Genet), Rancière (com Mallarmé, Flaubert) conseguiram, durante a segunda metade do século vinte, dar voz a uma constelação conceptual que não só se alimenta da literatura mas potencia os seus efeitos.

Esta relação não nos deixa indiferentes e é fundamental para entender que a literatura também pensa. Nela e através dela surgem questões, esboçam-se conceitos. Formam-se conceitos em andamento, verdadeiras personagens conceptuais, diriam Deleuze e Guattari, que deixam entrever a fulguração dum acontecimento do pensamento. A filosofia e a literatura são inseparáveis: “são necessárias as duas […] como se fossem duas asas ou duas barbatanas”. Uma aliança produtiva, diríamos.

O nosso encontro não pretende, no entanto, colocar a questão apenas do lado da filosofia e assim estudar como é que os filósofos se apropriam da literatura. Não vamos pensar a literatura simplesmente como se fosse essa dimensão das margens da filosofia, mas antes colocar em questão o estatuto “filosófico” que atravessa as margens das produções literárias.

Organização: Silvina Rodrigues Lopes, Jean-Charles-Darmon, Golgona Anghel

Manhã, 10h30 –  abertura

Jean-Charles Darmon (Professeur, directeur du Centre de recherche sur les
relations entre littérature, philosophie et morale de l’Ecole Normale
Supérieure)

«Pouvoir des fables et expériences de pensée: variations sur Jean de La    Fontaine» / «Poder das fábulas e experiências do pensamento : variações sobre Jean de La Fontaine»

Silvina Rodrigues Lopes (Professora, Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa)

«Alberto Caeiro: la disjonction et le désapprendre» / «Alberto Caeiro: a disjunção e o desaprender»

Xavier Papaïs (Chercheur en philosophie, membre de CRRLPM de l’ENS- CNRS UMS8903)
«Hume, Pessoa et l’empirisme spéculatif» / «Hume, Pessoa e o empirismo especulativo»

Tarde, 15h

Benedetta Zaccarello (Docteur en Philosophie, Post-doctorante à l’ITEM UMR 8132 CNRS_ENS pour 2009/2010)

«Merleau-Ponty lecteur de Valéry et Stendhal dans les Recherches sur l’usage littéraire du langage (cours inédit). » / «Merleau-Ponty leitor de Valéry e Stendhal em Recherches littéraire du langage (curso inédito) »

Thomas Mondémé (Chercheur, Université de Renne, CRRLPM-ENS)

«Littérature et expériences de pensée : exemples et perturbations chez Fontenelle.»

Yukie Shimizu (Chercheure en Philosophie, Collège Doctoral Franco-Japonais, Ecole Normale Supérieure, Graduate School of Social Sciences, Hitotsubashi University)

«Le Journal d’Alice James : création d’une histoire personnelle, en réponse à William James.»

Pausa para café, 16h30

Giuseppe Bianco (Docteur en Philosophie, Chercheur du Centre International d’Étude de la Philosophie Française Contemporaine, ENS)

«Transitions et transferts : littérature, clinique et philosophie en France pendant les années vingt» / «Transições e transferências : literatura, clínica e filosofia em França durante os anos vinte»

Golgona Anghel (Pós-doutoranda, Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa)

« La phrase-image: pour une politique de l’Ouvert»/ «A frase-imagem : para uma política do Aberto»